Mitos do Marketing Digital

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

Nos dias de hoje as empresas valorizam cada vez mais o marketing digital, tendo consciência que este já não pode ser ignorado.

Durante muito tempo não foi esta a visão das empresas portuguesas, sendo muitas vezes o digital deixado para segundo plano, considerado um custo, uma não prioridade, um patinho feito.

Mas mesmo com esses tempos a ser deixados para trás, continuam ainda a existir vários mitos em torno do marketing digital. Deixo aqui a minha lista de 7 mitos do marketing digital.

1. É o salvador de negócios

Desengane-se se julga que o marketing digital vai salvar um castelo em ruínas. Só por si não faz milagres. Se o um negócio está com problemas, certamente que eles têm origem em diversos fatores, que deverão ser analisados e corrigidos. Seja a estrutura, o produto ou serviço, a equipa ou a estratégia, tudo deve ser analisado e devidamente restruturado.

Se pensar na sua empresa como uma orquestra que deve tocar em uníssono, percebe que tudo deve estar alinhado para que a música seja bela e harmoniosa. A comunicação deve resultar do alinhamento de todos os elementos, caso contrário será como vender gato por lebre, pois não existirá consonância entre o que a empresa diz e o que na realidade faz. Lembre-se que ao criar expectativas deverá cumpri-las.

2. Substitui o marketing tradicional

Não, não e não. Sou apologista de já nem se falar em marketing digital e tradicional, deveria apenas falar-se de marketing que utiliza ambas as vertentes. Um não vive sem o outro, ou pelo menos não deveria. Se tudo num negócio deve estar alinhado, o marketing será o fio que segura todas as partes.

Mesmo que se trate de um negócio puramente online, existe sempre algo que podemos fazer offline para cativar, fidelizar e mimar o nosso cliente.

Por exemplo, uma loja online pode enviar com o seu produto um postal, um voucher, uma carta, ou até uma embalagem de rebuçados. Isto é uma surpresa, o que costumo chamar de “extra mile”, o exceder as expectativas. Este tipo de gesto é muito apreciado pelo cliente e, por norma, fica gravado na sua mente.

3. Tenho um primo que faz sites

O site é a porta de entrada de uma empresa na web, não é algo que deva ser deixado ao acaso ou que seja feito com o menor budget possível para “poupar”. Digo isto sem desvirtuar as capacidades do seu “primo”.

Nunca ouviu dizer que “o barato sai caro”? Pois é, um site de fraca qualidade pode ser um custo e não um investimento. Invés de transmitir credibilidade pode ter o efeito inverso.

Os erros mais comuns são negligenciar completamente o design e a otimização para motores de busca (SEO), levando a que o site seja apenas mais uma página no meio do oceano da Google.

Para fazer as coisas como deve ser, o ideal será ter um site com uma imagem única e diferenciadora, que realmente espelhe o seu negócio e o separe dos demais. Por outro lado, deve ter um grande cuidado com o conteúdo e com a otimização para os motores de busca. Um site invisível de pouco serve a um negócio.

4. Não tenho um primo que faz sites, mas tenho Facebook

Hmmm…Não, o Facebook não substitui o site.

As redes sociais são uma ferramenta de criação de notoriedade, enquanto o site acrescenta credibilidade ao seu negócio.

Quando procura uma empresa na Internet e não encontra o seu site, acha credível? Provavelmente não, mesmo que encontre a sua página de Facebook.

Qualquer pessoa pode criar uma página de empresa numa rede social, mas um site, principalmente um bom site, só está ao alcance de alguns.

Se quer ter um negócio credível, um site é uma peça essencial.

5. Tenho Facebook também sou gestor

Fosse tudo assim tão simples e certamente não veríamos tantas asneiras nas redes sociais.

Gerir contas de redes sociais não é uma tarefa fácil. Muitos “gestores” pensam que basta encontrar umas imagens “porreiras” e partilhar uns conteúdos de vez em quando. Mas a realidade é bem diferente.

Tudo deve ser devidamente planeado, o design deve ser cuidado, o copy devidamente estudado e os resultados analisados. Isto requer um grande investimento de tempo.

Lembre-se que, gerir uma página da empresa como um perfil pessoal, pode transformar um negócio credível numa verdadeira anedota.

6. É barato

Defina barato. Podemos considerar que o digital é realmente menos dispendioso do que os meios tradicionais, mas está longe de ser barato.

O marketing digital exige investimento. Se acredita que basta ter um site e estar presente nas redes sociais, provavelmente nunca terá sucesso.

Em primeiro lugar, é necessário investir o seu tempo, ou o de alguém. Isto irá sempre representar um investimento. Em segundo lugar, é cada vez mais difícil conseguir resultados puramente orgânicos. É quase inevitável investir em publicidade (Google Ads, Facebook Ads, LinkedIn Ads), influenciadores, afiliados, entre outros. Não faltam formas de fazer investimentos monetários no marketing digital.

O importante neste ponto é compreender como obter retorno dos investimentos feitos. O digital permite medir de forma quase exata os resultados obtidos, o que facilita a medição do ROI de cada ação implementada.

Existem empresas que investem milhões na sua comunicação digital, mas têm um retorno superior aos seus gastos.

7. Os resultados são imediatos

Quando me fazem observações deste estilo, tendo a comparar o marketing digital com uma área comercial. É preciso semear para depois colher e isso leva o seu tempo.

Já dizia o ditado, “depressa e bem, não há quem”.

Claro que existem meios mais céleres e outros mais lentos. Tomemos como exemplo as campanhas patrocinadas, os resultados tendem a ser mais rápidos do que nas estratégias de conteúdo. No entanto, a médio/longo prazo as estratégias de conteúdo podem tornar-se mais consistentes e obter resultados com um investimento bem mais reduzido.

A paciência é uma virtude dos vencedores.

Existem certamente mais mitos do marketing digital, mas por hoje destaco apenas estes sete. Lembre-se que não existem milagres, nem formulas mágicas, os resultados levam o seu tempo e requerem investimento. Pense no marketing digital desta forma e estou certo de que terá sucesso!

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao utilizador. Ao navegar nele está a consentir a sua utilização.