Go to the top

10 Dicas para ter sucesso no Google Ads [Atualizado 2019]

Carlos Diniz / Google Ads, Marketing Digital / 0 Comments
10 dicas para ter sucesso no google ads

O Google Ads (antigo Google AdWords), é uma excelente ferramenta para potenciar o seu negócio. É um sistema de links patrocinados que funciona maioritariamente através de CPC (custo por clique). Isto significa que o seu anúncio é apresentado e só irá pagar por cada vez que um utilizador clique nele. Existem outras formas de gerir o seu investimento no Google, como o CPM (custo por mil impressões) ou CPA (custo por aquisição), mas o CPC é sem dúvida o mais utilizado.

Neste artigo irei dar-lhe 10 dicas para aumentar as probabilidades de sucesso das suas campanhas. Não existem formulas mágicas, mas com esforço e dedicação os resultados acabam por aparecer.

1. Antes de começar estabeleça objetivos.

Criar campanhas no Google Ads não se resume em fazer anúncios de produtos ou serviços, publicar e colher frutos. Na maior parte das vezes em que este passo não é devidamente planeado, as campanhas acabam por fracassar.

Como qualquer ação de marketing uma campanha deve ter um objetivo. Criar objetivos com métricas específicas irá ajudar a medir o sucesso ou insucesso da sua campanha.

2. Escolha um bom produto.

De que adianta investir numa campanha de anúncios se o que está a oferecer não tem valor para a sua audiência? É lógico que achamos sempre que o nosso produto é muito bom, mas será mesmo? Será que a relação custo/benefício corresponde às expectativas do potencial cliente?

Se pensa em criar campanhas com produtos que não correspondem à expectativa do seu público, mais vale nem começar.

Não faça campanhas com produtos dos quais pretende escoar de stock, utilize os seus melhores produtos para ter maiores probabilidades de sucesso nas campanhas.

3. Comece pela Landing Page.

A landing page, como o próprio nome indica, é o local onde o utilizador irá entrar após clicar no seu anúncio. Por norma uma landing page é construída em formato de funil, de forma a captar a atenção e incentivar o utilizador a realizar uma ação, seja ela uma compra, a inscrição num formulário, a visualização vídeo, entre outros.

Muitas das campanhas acabam por fracassar pois a landing page não cumpre o seu objetivo, seja por motivos de design, pelos conteúdos de texto, ou simplesmente porque não foi produzida para esse efeito.

Saltar este passo pode significar a hipoteca dos resultados da sua campanha mesmo antes de a realizar.

4. Faça uso do planeador de palavras-chave.

O Goolge Ads tem uma ferramenta gratuita que permite testar as palavras-chave e obter previsões de volume de pesquisa, o planeador de palavras-chave. Não é que você não tenha ideias suficientes, ou não se tenha colocado no lugar do cliente, mas por vezes é útil ter uma noção mais concreta do volume estimado de pesquisa de um certo termo, ou até mesmo sugestões para outras palavras que naquele momento não nos estavam a ocorrer.

O planeador de palavras-chave é uma ferramenta útil e deve ser utilizado no planeamento da sua campanha.

5. Não se esqueça dos termos negativos.

Muitas vezes ao criar um anúncio preocupamo-nos com as palavras-chave, mas esquecemos as palavras negativas. Palavras negativas são aquelas nas quais não queremos que o nosso anúncio seja apresentado.

Muitas vezes existem alguns termos que podem fazer disparar os nossos anúncios (principalmente se utilizarmos termos amplos). Estes termos podem muitas vezes ser relacionados com o nosso produto, mas não geram o tráfego desejado em termos de potenciais clientes.

Se excluirmos termos que possam ser associados ao nosso produto, mas que na realidade não são destinados a potências clientes, estamos a aumentar a rentabilidade do nosso budget. É necessário perceber que quanto mais genéricas forem as palavras-chave maiores as probabilidades de não atingirmos os target desejado.

6. Faça experiências.

Ao efetuar uma campanha no Google Ads pode criar vários conjuntos de anúncios e vários anúncios respetivamente.

Testar diferentes títulos, textos e porque não landing pages, pode ajuda-lo a melhorar os seus resultados.

Estes testes são ótimos para reduzir a margem de erro em campanhas futuras.

7. Centre-se nas conversões.

O grande objetivo de fazer uma campanha é obter conversões. As conversões são a métrica mais importante no Goolge Ads, pois são elas que simbolizam que o utilizador realizou a ação que pretendemos. Compreender o valor de uma conversão para o nosso negócio ajuda a gerir todo o orçamento da nossa campanha.

De forma muito simples, se estamos a vender um produto, uma venda através de um anúncio é uma conversão. Se estamos à procura de leads, uma inscrição no formulário é uma conversão.

No final da campanha a primeira métrica para a qual vamos olhar são as conversões, perceber quantas tivemos e qual o seu valor.

8. Seja paciente.

A ansiedade na obtenção de resultados leva muitas vezes a que os gestores de campanhas do Google Ads tomem decisões sem dados suficientes para esse fim.

Se uma campanha está apenas a correr há poucos dias, os resultados poderão não refletir uma tendência, mas apenas uma situação pontual.

É importante que os anúncios estejam no ar tempo suficiente para que a amostra de dados seja significativa para o processo de decisão. Tomar decisões com amostras pouco significativas leva a conclusões erradas, não se conseguindo perceber o verdadeiro potencial de um determinado anúncio.

9. Use e abuse do Google Analytics.

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita de análise web. É das ferramentas mais completas que pode ter para analisar dados estatísticos do seu site e campanhas.

Ao associar o Google Ads ao Google Analytics passa a ter acesso a muito mais informação que lhe poderá permitir afinar as suas campanhas com base em dados reais.

Um ponto de fracasso de muitas campanhas é basear decisões em expectativas ou “achometros”. O Google Analytics permite analisar imensos dados relativos ao público que interage com a sua campanha, desde dados demográficos, geográficos, de comportamento na sua página, entre outros.

É também possível conciliar os objetivos de conversão, criar funis de conversão para perceber onde o utilizador se perde (ou não), analisar os dados resultantes das suas campanhas e muito mais!

É uma ferramenta essencial para a análise de resultados das suas campanhas.

10. Não desista, reformule!

Se a campanha não correu como esperava, não desista. Se fosse simples atingir bons resultados no Google Ads, todos nós estaríamos ricos. A verdade é que para se conseguir bons resultados no Google Ads é necessário efetuar vários testes (ou ter sorte).

Falando por experiência própria, posso dizer que as minhas primeiras campanhas foram um fiasco. Pois é, mas não fizeram com que eu desistisse e com o tempo os resultados foram aparecendo.

Gerir uma conta do Google Ads é um trabalho contínuo, exige tempo, dedicação e capacidade de analisar o que correu bem ou mal para melhorar o desempenho das futuras campanhas!

Deixe um comentário