Índice de Qualidade do Google Ads – A Chave da Performance

Índice de Qualidade do Google Ads
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter

O posicionamento dos anúncios do Google Ads não se resume apenas a quem tem o orçamento mais alto. Na realidade existem diversos fatores que podem influenciar o desempenho dos anúncios. Sim, o investimento tem um papel preponderante, pois sem ele não consegue apresentar anúncios, mas será que no momento do leilão é o fator mais relevante?

É aqui que entra o índice de qualidade!

Se procura melhorar a performance dos seus anúncios é essencial compreender como funciona o Índice de Qualidade do Google Ads e como este pode influenciar os resultados da sua campanha a todos os níveis, incluindo no orçamento.

O que é o índice de qualidade?

O índice de qualidade é uma métrica de classificação atribuída pelo Google Ads que classifica o seu anúncio com base na sua qualidade. Para tal o Google Ads analisa a qualidade dos anúncios, as palavras chave e a página de destino.

De uma forma resumida podemos dizer que o índice de qualidade mede a relevância das palavras chave para os utilizadores que pesquisam pelos seus produtos ou serviços.

Esta classificação vai de 1 a 10, sendo 10 o valor máximo e aquele que aspiramos obter para as nossas palavras chave.

Para efetuar essa análise o Google Ads centra-se em 3 fatores:

  1. A taxa de clique (CTR) prevista;
  2. A relevância da palavra chave para o anúncio;
  3. A experiência da página de destino.

1. A taxa de clique prevista

A taxa de clique (CTR) representa o número de pessoas que clicaram no seu anúncio relativamente ao número de pessoas que o viram. É uma métrica muito importante no que toca à relevância de um anúncio. Uma taxa de clique demasiado baixa significa que o seu anúncio é pouco relevante para a sua audiência.

O Google Ads faz uma previsão da CTR dos seus anúncios com base no seu conteúdo e histórico.

Para efetuar esta previsão o Google Ads tem em consideração:

  • Os textos do anúncio;
  • As palavras chave;
  • As palavras chave negativas;
  • O histórico de CTR da palavra chave.

2. A relevância da palavra chave para o anúncio

Apresentar um anúncio relevante pode parecer simples, mas na realidade existem alguns fatores que podem facilmente levar por terra esta teoria.

A relevância de um anúncio está associada a fatores como:

a) As palavras chave;

b) Os criativos do anúncio;

c) A segmentação;

d) Os textos do anúncio.

a) As palavras chave

As palavras chave são os termos pelos quais quer que o seu anúncio seja apresentado, como tal estas devem ir ao encontro do que tem para oferecer.

Vamos pensar em conjunto:

Se fizer uma pesquisa no Google sobre um produto e lhe aparecerem anúncios de produtos totalmente diferentes do que procura, vai despertar o seu interesse? Claro que não.

Tenha atenção às palavras chave que insere no seu anúncio e à forma como as insere. Lembre-se que existem várias formas de introduzir uma palavra chave:

  • Correspondência ampla
  • Correspondência ampla modificada
  • Correspondência de expressão
  • Correspondência exata

Veja tudo sobre os tipos de correspondência de palavras chave aqui!

Por fim, adicione palavras chave negativas, aquelas palavras pelas quais não quer que o seu anúncio seja apresentado.

b) Os criativos do anúncio

Sejam anúncios da rede de pesquisa ou display, testar diferentes formatos e conteúdos pode contribuir de forma positiva para a sua relevância.

Isto pode ser importante por exemplo para a apresentação de diferentes formatos entre dispositivos, proporcionado uma experiência melhorada consoante o tipo de dispositivo utilizado. Por outro lado, lembre-se que nem todos gostamos das mesmas coisas, por isso ter diferentes criativos pode aumentar a probabilidade de agradar a mais pessoas.

c) A segmentação

De que vale apresentar o seu anúncio em locais fora da área de atuação do seu negócio? Seja específico na segmentação, escolha a região e idiomas corretos para melhorar a relevância do seu anúncio.

d) Os textos do anúncio

Inclua as palavras chave relevantes no seu anúncio. Desta forma irá torna-los mais apelativos para os utilizadores.

3. A experiência da página de destino

Pode fazer todo o trabalho anterior e deitar tudo a perder no momento final, com uma má experiência na página de destino.

É muito importante que a ligação do seu anúncio leve o utilizador para uma página com o conteúdo que este procura. Por exemplo, se o utilizador procura “chapéus de senhora”, a página de destino deve apresentar chapéus de senhora e não outros produtos. O conteúdo deve ser explicito e em consonância com o que foi apresentado no anúncio.

Além desses fatores é espectável que o seu site:

  • Seja transparente e confiável – tenha uma boa navegabilidade, que seja intuitivo e de fácil acesso. Além disso deverá ser claro relativamente à possível informação recolhida. E não se esqueça do certificado SSL.
  • Tenha uma boa velocidade de carregamento – Um website lento proporciona uma má experiência aos utilizadores.
  • Seja adaptado a dispositivos móveis – Atualmente existe um grande volume de tráfego com origem em dispositivos móveis, por esse motivo é importante que o seu website seja otimizado para esta realidade.

Qual a sua influência no momento do leilão?

Leilão Google Ads

O Google Ads utiliza um sistema de leilão para classificar os anúncios que são apresentados na página de resultados de pesquisa e para determinar o seu custo por clique (CPC).

No momento do leilão o Google Ads tem em consideração 3 fatores:

  1. Lance máximo de CPC (custo por clique)
  2. O índice de qualidade
  3. O impacto das extensões do anúncio

A melhor posição será atribuída ao anúncio que tiver a melhor pontuação combinada entre estes três fatores.

Fórmula de Classificação do Anúncio

Mas afinal como é que isso se representa? Vamos pensar em conjunto.

Imagine que estão a concorrer ao mesmo leilão três anunciantes:

Tabela Anunciantes

Qual dos anunciantes seria o vencedor do leilão? Exato, o anunciante B, seguido do C e em terceiro lugar o A.

Este exemplo demonstra a importância de melhorar o índice de qualidade do seu anúncio e fazer uso de ferramentas que permitam aumentar a sua relevância. Isto pode ter um grande impacto no seu orçamento:

  • Reduzindo o custo por clique;
  • Reduzindo o custo por conversão;
  • Aumentando o ROI.

Como verificar o índice de qualidade?

Verificar o índice de qualidade das suas palavras chave é bastante simples. Deve aceder à lista de palavras chave da sua campanha e nas opções de visualização clicar em Modificar Colunas e depois selecionar a opção Índice de Qualidade.

Modificar colunas
Índice de Qualidade

Agora que já compreende o Índice de Qualidade do Google Ads fica aqui um resumo das dicas para o melhorar.

Espero que estas dicas sejam úteis e que ajudem a melhorar o índice de qualidade dos seus anúncios!

Cookie Monster

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência ao utilizador. Para mais informações consulte a Política de Cookies.