Go to the top

Configurar W3 Total Cache [2019]

Carlos Diniz / Marketing Digital, Plugins, SEO, Tutoriais, Wordpress / 0 Comments
Configurar W3 Total Cache

Saber configurar o W3 Total Cahce é crucial para poder tirar partido de todo o seu potencial, até porque este é possivelmente o mais poderoso plugin de gestão de cache para WordPress. Isto faz dele um plugin essencial para otimizar o seu site.

1. Configurações Gerais:

A primeira coisa a fazer após instalar o plugin é ir aos “General Settings” ativar a  “Preview Mode”. Por norma primeiro testamos as definições em “Preview Mode”, depois efetuamos o “Deploy” e por fim o “Disable”. Apenas quando aparece a imagem como a que vêm abaixo é que o plugin está ativo.

 

Na secção Page Cache, selecione na opção “Page Cache Metoth” “Disk Enhanced”, pois é a mais comum nos servidores partilhados.

Imagem 2 Configuração do W3Total Cache

A opção Minify procede à compressão de arquivos CSS e JS, tirando quebras de linhas e espaços, deixando o arquivo mais pequeno. À partida esta função não deveria alterar qualquer configuração gráfica do site, mas convém ter em conta que isso poderá acontecer em alguns casos. Sugiro que antes de fazer alterações testem em “Preview Mode” e vejam se afeta algum conteúdo do vosso site.

Foram várias as situações em que tive de desativar esta opção pois teve impacto negativo na apresentação do site.

Imagem 3 Configuração do W3Total Cache

A opção Database Cache levanta algumas controvérsias, sendo eu alguns afirmam ser essencial para melhoria de desempenho e outros afirmem que possa prejudicar. O que esta opção faz é retirar algumas requisições do servidor onde está a base de dados e torna-las funções do servidor do website.

Em vários testes que fiz acabei por deixar esta opção ativa, pois afetou de forma positiva os meus resultados, no entanto volto a sugerir que testem primeiro.

Caso utilizem um serviço de CDN devem deixar esta opção desactiva.

Imagem 4 Configuração do W3Total Cache

O Object Cache é viável para sites muito dinâmicos, pois apresenta datas de expiração para os conteúdos. No entanto, regra geral, pode tornar o site e o backoffice mais lentos, por isso sugiro que mantenham desativada.

Imagem 5 Configuração do W3Total Cache

O Brwoser Cache permite que defina o tempo de expiração para o armazenamento do cache no navegador.

Imagem 6 Configuração do W3Total Cache

Na secção Miscllanneous ativar a opção  “Optimize disk enhanced”, pois aumenta ligeiramente o desempenho de velocidade do website.

Imagem 7 Configuração do W3Total Cache

A opção CDN Content Delevery Network permite a ligação do site a serviços externos de Page Cache. Estes são serviços por norma pagos, mas existem também algumas versões gratuitas. Sejam pagos ou não, facto é que conseguem trazer bons resultados pois diminuem a utilização de recursos do servidor. Além disso uma das grandes vantagens destes serviços é garantirem que mesmo que o seu servidor fique em baixo o seu site continue online. Falamos aqui de serviços como Max CDN, Amazon Cloud Front, entre outros.

No caso do CloudFare a configuração é diferente dos listados no plugin. Veja este link:

https://www.besthostnews.com/guide-to-w3-total-cache-settings-with-cloudflare/

O Reserve Proxy serve para utilizadores que tenham acesso ao serviço de Varnish do seu servidor. Permite que faça a gestão do armazenamento do cache Varnish através do plugin. Por norma também trás resultados positivos, mas convém salientar que também é um serviço fora do plugin.

Por fim devo salientar que este plugin é uma poderosa ferramenta de melhoria de desempenho, mas deve ser testada devidamente. Cada site apresenta diferentes caraterísticas, daí poder haver variações nas configurações. O melhor conselho que lhe posso dar é testar!

2. Page Cache

Imagem 8 Configuração do W3Total Cache

3. Minify

Não fazer alterações

4. Database Cache

Não fazer alterações

5. Object Cache

Não fazer alterações

6. Browser Cache

Imagem 9 Configuração do W3Total Cache

7. CDN

Utilizar caso tenha um serviço de CDN ativo, com exeção ao CloudFlare.

8. CloudFlare

Caso tenha uma conta CloudFlare deve ativar a respetiva extensão no W3Total Cache e utilizar estas configurações. É algo que sugiro pois aumentei significativamente a velocidade dos meus sites, melhorando muito a experiência do utilizador.

Imagem 11 Configuração do W3Total Cache

Imagem 10 Configuração do W3Total Cache

Deixe um comentário